Por que você precisa de uma água com o pH elevado?

A importancia de conhecer a agua que se bebe

A importância de conhecer a água que se bebe

Olá, amigas(os), você faz idéia do que significa o pH da água? Significa potencial hidrogênio iônico – quantidade de íons H+ – que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma solução aquosa. Quando o pH de alguma solução é menor do que sete, isso significa que ela é ácida, e, quanto menor o número do pH, mais ácida é a solução em questão.

O pH é medido em escala logarítmica, o que significa que um ponto a menos na escala de pH implica em uma solução 10 vezes mais ácida, e a diferença de 2 pontos, implica em uma solução 100 vezes mais ácida.

Assim, uma solução com pH 3 é 10 vezes mais ácida que uma solução de pH 4 e 100x mais ácida que uma solução de pH 5, por exemplo.

Quando o pH é maior do que 7, a solução é considerada alcalina. E qual a importância disso?

Para o corpo humano, é muito importante que os líquidos ingeridos sejam alcalinos e ricos em minerais. O corpo, quando gera energia, consome elétrons, o que gera um resíduo ácido.

Para ele voltar a estar em equilíbrio, ele precisa eliminar esse excesso de ácido – e, ao ingerir água alcalina, o ser humano ajuda o seu organismo a reencontrar esse equilíbrio necessário.

Apesar de esse ser um assunto ainda não muito conhecido pela população geral, especialistas no assunto – cientes dessa importância vital – fizeram pesquisas relacionadas à água alcalina e à expectativa e qualidade de vida, verificando que as regiões onde as pessoas vivem mais e em melhores condições de saúde apresentavam algo em comum: uma água de alta qualidade, ou seja, com potenciais alcalinos, ionizados e com as características da água considerada ideal.

O que caracteriza a água como ideal para a ingestão são, além do seu pH alcalino entre 8,5 e 10, alguns sinais específicos que mostrem a sua pureza, definida pela ausência de contaminantes como cloro, metais tóxicos, matéria orgânica, bisfenol A, dioxinas, xenoestrógenos e nitratos, ser antioxidante, hidratante e rica em Magnésio.

Apesar de essas características já serem conhecidas, apenas uma pequena parcela da população mundial tem acesso a água ideal. Nos dias atuais, existe um alto índice de contaminação e a maioria das pessoas são praticamente induzidas a comprar água engarrafada ou consumir água de galões plásticos, sem saber que podem estar prejudicando sua saúde ao fazer isso.

Segundo os especialistas, cerca de 70% do corpo humano é formado por água. Ela é essencial para o transporte de alimentos, de oxigênio e de sais minerais, além de estar presente em todas as secreções (como o suor e a lágrima), no plasma sanguíneo, nas articulações, nos sistemas respiratório, digestivo e nervoso, na urina e na pele.

Se você pegar qualquer garrafinha de água mineral, o pH varia de 3,6 a 4,2. Ora, isso é ácido. O pH tinha que ser entre 6.5 e 8.5, segundo a legislação vigente. A longo prazo, o consumo frequente de uma água com característica tão ácida pode causar diversos males, como gastrite, úlcera, câncer estomacal.

Uma água alcalina com pH 9.0 é 1.000 vezes mais alcalina que a água de torneira, que normalmente é 6.

Se compararmos com algumas marcas de água mineral do mercado, que possuem pH em torno de 4, podemos dizer que, ao tomar uma água com pH 9.0, você está ingerindo uma água 100 mil vezes mais alcalina.

É papel fundamental do organismo preservar a alcalinidade do sangue para poder manter-se saudável. O pH de uma pessoa saudável está entre 7.1 e 7.5, portanto, alcalino. O pH 6.5 é levemente ácido e o pH 4.5 é fortemente ácido. A maioria das crianças tem um pH 7.5, enquanto que mais da metade dos adultos tem um pH 6.5 ou mais baixo, este último como reflexo do acúmulo de dejetos tóxicos ácidos, excessiva ingestão de água ácida, deficiência de minerais alcalinos (cálcio e magnésio), decorrentes do envelhecimento e do estilo de vida sem qualidade.

Nas pessoas saudáveis, o pH do sangue é 7.4, o pH do fluído espinhal é 7.4 e o pH da saliva também. Pacientes com câncer apresentam um pH 4.5, especialmente quando em estado terminal. O câncer não sobrevive em um ambiente alcalino.

As células de câncer são ácidas enquanto as células saudáveis são alcalinas. Todas as doenças degenerativas estão associadas com a hiperacidez corporal.
Todas as formas de artrite estão associadas com o excesso de acidez. A hiperacidez compromete a calcificação de dentes e ossos.

Segundo pesquisadores japoneses, dejetos tóxicos ácidos que se compactam, convertem-se em colesterol, ácidos graxos, ácido úrico, pedras nos rins, uratos, fosfatos e sulfatos, produzindo um grande número de enfermidades. Com isso, geram obstrução no sistema circulatório, provocando circulação sanguínea deficiente, incapaz de realizar a suficiente perfusão sanguínea nos diversos órgãos.

Mary C. Hogle afirma em seu livro, “Comidas que Alcalinizam e Curam”, que quando o corpo chega aos limites de tolerância em termos de hiperacidez tóxica, tanto o sistema digestivo como os outros tecidos iniciam um processo de limpeza, que pode assumir diversas formas: diarréia, dores de cabeça, gripes, erupções cutâneas, abscessos, furúnculos, reumatismo, inflamações de diversos órgãos, catarata, febre e outros sintomas identificados em sua grande maioria com doenças agudas, porém, isto tem uma causa única: A HIPERACIDEZ.

As vitaminas, minerais e oligoelementos ingeridos não são úteis se há um excesso de resíduos ácidos no corpo, pois estes impendem sua absorção.

A hiperacidez é provocada principalmente pela alimentação incorreta e consumo de água ácida, refrigerantes, estresse emocional, sobrecarga tóxica, e/ou reações imunológicas ou qualquer processo que prive as células de oxigênio e outros nutrientes.

O corpo tenta compensar a hiperacidez utilizando minerais alcalinos, fazendo que haja diminuição destes minerais, gerando mais hiperacidez celular.
Pois bem, segundo especialistas, a água alcalina assume um papel fundamental na neutralização da hiperacidez, tendo ainda a vantagem sobre outros métodos naturais, pois não gera nenhum tipo de acidificação, que ocorre em diversas dietas.

Os profissionais de saúde reconhecem a necessidade de reduzir o acúmulo ácido do corpo. Todas as dietas especiais e os exercícios físicos criam, também, mais resíduos ácidos.

Água alcalina com qualquer dieta e/ou regime de exercícios funciona muito bem. Como é muito difícil mudar hábitos alimentares, beber água alcalina é uma solução fácil para nosso modo de vida moderno. Com a diminuição da hiperacidez irá sentir-se melhor, mais jovem e com maior rendimento.

Beijos e até a próxima!

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments