A postura errada durante o sono pode trazer problemas a longo prazo

O travesseiro ideal pode ser a chave de uma boa noite de sono

O travesseiro ideal

Olá amigas (os), não é de hoje que ouvimos que o sono tem papel fundamental na capacidade de aprendizado e no processo de consolidação da memória.

A verdade é que enquanto dormimos, o organismo produz hormônios e substâncias que desempenham papéis vitais no funcionamento de nosso organismo, o que é essencial nessa época da vida.

O sono, portanto, é essencial para o equilíbrio de todas as funções fisiológicas e psicológicas do organismo. Eliminar esse descanso da nossa rotina ou fazê-lo de maneira incorreta comprometeria todo o equilíbrio do organismo em longo prazo.

“Durante o sono, perde-se o controle da musculatura da cabeça, portanto, para evitar problemas mais sérios na coluna, deve haver uma preocupação com a postura correta durante toda a noite. O ideal é manter a coluna cervical sempre alinhada com o tronco, a fim de melhorar a circulação sanguínea e facilitar os estímulos elétricos enviados pelo cérebro aos demais órgãos do corpo”, afirma Renata Federighi, consultora do sono da Duoflex, indústria de travesseiros consolidada no mercado.

Posturas inadequadas durante o sono e estresse excessivo são típicos da idade e desencadeadores de diversos problemas nas regiões cervical, torácica e lombar. Por possuir uma saúde mais resistente, os jovens não sentem de imediato as conseqüências de seus excessos. Porém, em longo prazo, os problemas começam aparecer e, dependendo do agravante, as soluções são mais difíceis de ser encontradas.

Jovens que dormem com um travesseiro ou em postura errada, acabam comprometendo a qualidade do sono, podendo apresentar sinais de cansaço, agitação, alteração no humor, falta de atenção, além de provocar torções e inflamações dos tecidos, contraturas, levando-o a necessidade de tratamentos médicos e fisioterápicos. Tudo isso, por não conseguir chegar ao descanso ideal que o corpo requer.

“O uso do travesseiro em altura e suporte apropriados faz com que a postura de descanso favoreça a anatomia fisiológica da coluna, permitindo que esse jovem levante bem disposto para o estudo e desafios no dia seguinte, além de não comprometer a sua qualidade de vida, ao longo do tempo”, completa Renata.

Todos esses fatores podem ser agravados com a privação do sono típica da idade, que tem bastante energia e gosta da vida noturna. O número de horas que uma pessoa consegue ficar sem dormir é bastante variável e difícil de ser avaliado cientificamente. Porém, alguns especialistas acreditam que menos de 7 horas habituais de sono pode trazer conseqüências negativas para o corpo e para o cérebro. Mas, mais importante do que as horas de sono, é a sua qualidade. O sono perfeito deve ser ininterrupto e profundo e a atenção à postura é o primeiro passo para melhorar a qualidade do sono.

Alguns hábitos errados relacionados à postura:

Dormir de barriga pra baixo: nesta posição, há uma flexão exacerbada do pescoço, podendo causar torções na cervical e na lombar. O ideal é sempre dormir de lado (decúbito lateral), com dois travesseiros: um para apoio da cabeça, numa altura e suporte que sustente o seu peso e preencha completamente o espaço compreendido entre ela e o colchão. E outro, entre os joelhos e pernas, que deverão estar semiflexionadas.

Dormir no canto do travesseiro, causando assim um “buraco”, que acaba virando o cantinho preferido para as horas do bom sono: isso pode prejudicar a integridade músculo esquelética da coluna cervical, provocando micro trauma a principio e com o tempo sentir dores. O ideal é centralizar a cabeça exatamente na metade do travesseiro, formando um ângulo de 90º no pescoço, de forma a manter coluna cervical sempre alinhada.

Dormir com o braço embaixo do travesseiro: além de prejudicar o alinhamento da coluna, pode causar problemas de circulação, uma vez que o peso sobre o braço acaba por comprimir algumas veias e nervos. Os braços deverão estar livres e os ombros sempre alinhados, de forma não prejudicar a cervical. Uma boa recomendação é o travesseiro Alpino de Corpo, que oferece apoio para queixo, braços e pernas durante todo o sono.

Dormir com o travesseiro muito alto ou muito baixo: causa o desalinhamento da coluna cervical, prejudicando a circulação sanguínea e dificultando os estímulos elétricos enviados pelo cérebro aos órgãos do corpo. O travesseiro ideal deve preencher exatamente o espaço entre a cabeça e o colchão. O pescoço não pode ficar inclinado nem para cima e nem para baixo.

Portanto, reeducação postural para o sono e atenção na hora de escolher o travesseiro são chaves para um sono com mais qualidade.

A Duoflex criou um Serviço de Atendimento ao Consumidor com especialização em sono, ou seja, profissionais habilitados a darem orientações para melhorar a qualidade do sono dos clientes, instruindo-os sobre a melhor postura para dormir e os travesseiros e acessórios mais adequados. www.duoflex.com.br

Bem agora é analisar o seu travesseiro e constatar se não é ele que esta tirando seu sono.

Beijos e até a próxima!

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , , , , , , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments