A diabetes que você não conhece

DiabetesOlá amigas(os), hoje em dia é cada vez mais comum termos algum conhecido ou mesmo alguém da família com diabetes, sempre achei que essa fosse um doença decorrente de nosso atual estilo de vida, estresse, hábitos ruins de alimentação, alimentos modificados e contaminados por agrotóxicos e hormônios, recebi essas informações, e acho que tenho a obrigação de alertar e compartilhar com vocês esse alerta, afinal, dia 14 de novembro é o Dia Mundial do Diabetes, data que serve para nos lembrar sobre a importância dos exames de rotina, de prevenção e do tratamento correto da doença.

Números alarmantes

Os dados estatísticos são alarmantes: segundo o Ministério da Saúde, o diabetes atinge 9 milhões de brasileiros (6,2% da população adulta), e é a causa mais frequente de amputações não traumáticas de membros inferiores, ou seja, amputações que não são decorrentes de acidentes.
Cerca de 70% das cirurgias para retirada de membros no Brasil têm como causa o diabetes mal controlado (55 mil amputações anuais). Além disso, a doença ainda pode causar infarto, problemas renais e cegueira – sendo que a maioria dessas complicações poderiam ser evitadas com diagnóstico precoce e adoção de hábitos mais saudáveis.
Você saberia identificar sinais do seu próprio organismo relacionado a altos níveis de açúcar? Os pés, por exemplo, pode ser um grande indicador de como está a o nível de glicose no sangue.

Sinais para acionar o botão da atenção

A endocrinologista Andressa Heimbecher Soares, especialista do Portal Minha Vida, explica estes e alguns pontos relacionados ao diabetes que não são comentados frequentemente. Confira!

DiabetesUso excessivo de medicamentos corticóides pode favorecer o diabetes

Doenças comuns como asma, artrite e rinite alérgica, são tratadas com medicamentos à base de corticoide. O grande problema é que a compra desses medicamentos é permitida sem a necessidade de prescrição médica – permitindo que muitos pacientes se automediquem, sem acompanhamento de um médico e com possíveis doses excessivas.
Além do acúmulo de gordura na região central do corpo, como o abdome, o tratamento à base de corticoide também eleva os níveis de glicose no sangue, podendo provocar diabetes mellitus. Apesar do diabetes ser reversível na maioria dos casos, após a suspensão da droga, alguns pacientes podem permanecer com alterações de glicemia para o resto da vida.

diabetes3Seus pés podem indicar complicações do diabetes

O diabetes pode ocasionar a perda da sensibilidade, geralmente nos pés e mãos, chamada neuropatia em bota ou em luva. Este sintoma, portanto, pode ser um alerta inclusive para quem ainda não foi diagnosticado com o diabetes. Com a perda da sensibilidade, o diabético passa a não sentir pequenos machucados nos pés, como aqueles causados por um sapato apertado ou a costura de uma meia. Por isso os pés podem ser um grande indicador e devem ser analisados diariamente por quem tem a doença, pois pequenos machucados podem se agravar devido à dificuldade de cicatrização ocasionada pelo diabetes.

Essa perda de sensibilidade ocorre, pois, o diabetes é uma doença que afeta os vasos sanguíneos, tanto os grandes quanto os pequenos. Nossos nervos, que podem ser entendidos como pequenos fios elétricos responsáveis por transmitir informações de calor, dor, frio ou pressão para o nosso cérebro, precisam receber sangue com oxigênio para funcionarem bem.

No caso do diabetes, existe uma alteração no oxigênio que chega aos nervos por meio de pequenos vasos sanguíneos que, somada à formação de um processo inflamatório, levam ao mau funcionamento dos nervos. A especialista ainda ressalta que em outros casos, – menos frequentes – pode ocorrer aumento de sensibilidade, acarretando dor ou queimação em determinadas regiões do corpo.

Seis em cada dez diabéticos tipo 2 desenvolverão a retinopatia diabética (complicação que pode levar à cegueira) ao longo da vida
Segundo pesquisa realizada recentemente pela Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo (SBRV), 60% dos pacientes do diabetes tipo 2 não sabem que o diabetes pode causar perda da visão e 62% não fazem acompanhamento com um especialista em retina. No entanto, a retinopatia diabética, causada pelo acúmulo de açúcar nos vasos sanguíneos que irrigam a retina, é a principal causa de cegueira na população adulta entre 19 e 60 anos.

Dentre os sintomas estão: visão embaçada, visão dupla, dificuldade para ler, perda de visão periférica, sensação de pressão nos olhos, perda repentina da visão e “moscas” ou flashes flutuantes. Por isso, é muito importante que o diabético faça exames oftalmológicos constantes.

A combinação de diabetes com cigarro multiplica em até 5 vezes o risco de infarto*

diabetes1As substâncias presentes no cigarro ajudam a criar acúmulos de gordura nas artérias, bloqueando a circulação. Consequentemente, o fluxo sanguíneo fica mais e mais lento, até o momento em que a artéria fica bloqueada. Além disso, fumar também contribui para a hipertensão no paciente com diabetes.

Diabéticos devem acompanhar o exame Hemoglobina Glicada além do teste convencional de glicose, comum nos exames de “check-up” anual

Segundo a Dra. Andressa, o teste convencional de glicose fornece apenas uma “foto”, o nível de glicose naquele momento. Já o exame hemoglobina glicada funciona como um “filme” e aponta a média da glicose dos últimos 3 meses, fornecendo um diagnóstico muito mais preciso sobre o comportamento da substância no organismo. Muitos não fazem ideia do que se trata, mas o acesso a esses dados proporciona um maior controle e consciência da situação e do nível em que se encontra o diabetes, aumentando assim as chances de um tratamento eficaz que proporcione o controle da doença.

Dicas importantes para evitarmos o diabetes, doença silenciosa que mata, tira a sua visão, muita gente sofre com ela. Porisso, compartilhe essas informações com suas amigas, familiares, parentes. É muito importante ter uma noção sobre o assunto, até para evitar a situação onde o médico apenas prescreve isso ou aquilo, sem nem sequer conversar e explicar a doença.

Você conhece alguem que já sofre com a diabetes? Alguém que tenha se curado? Compartilhe conosco, adoramos ter vocês participando do blog.

Beijos e até a próxima!

 

*Dados do estudo Afirmar (Avaliação dos Fatores de Risco para Infarto Agudo do Miocárdio no Brasil).

Fonte – Grupo Minha Vida

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , , , , , , , , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments