Parabéns a todas as amigas leitoras pelo Dia Internacional da Mulher!

Desde muito cedo percebemos que nossa vida começa rodeada por mulheres; a primeira que conhecemos, nossa mãe, nossa avó, depois a babá ou a professora, daí em diante a lista só aumenta.

Nossas histórias de vida, permeadas por lutas, conquistas, dificuldades, discriminações e superações, sempre mediados por uma paixão e grande dose de sensibilidade, são fontes de esperança de um mundo mais humanizado, pois a essência do feminino vem, pouco a pouco, se ampliando e ocupando espaços nunca antes imaginados.

Nossa vida baseia-se em dias corridos, afinal ele já começa agitado para muitas, preparando o café da manhã pra família enquanto faz a lancheira do filho, coloca o uniforme, confere na mochila se a roupa da natação ou judô estão em ordem. Isso tudo depois de noites mal dormidas, seja pelo filho que chora ou chama pela mãe no meio da noite, ou o ronco do marido, a TPM que dá seu recado mensalmente, enfim, ser mulher está de longe a ser considerada uma tarefa fácil.

Por isso, acho muito legal termos uma data para sermos lembradas, afinal, se assim não o for, acabamos tão automáticas na correria do dia a dia que não paramos para pensar no que é ser mulher, fundamentalmente.

Além de toda a rotina do dia a dia, sofremos pressões e discriminações no trabalho, seja pessoal ou só no bolso mesmo. Vivemos sob a pressão da balança, já que os estereótipos de beleza ficam geralmente longe do que vemos em nosso espelho. É difícil desfrutar daquele brigadeiro ou choppinho sem uma pitada de culpa.

Mas a delicadeza de gestos, a doçura de um sorriso, a alegria ou tristeza expressa por uma lágrima, associadas à firmeza e coragem com que fomos habituadas a enfrentar, desde muito cedo, os desafios da vida nos conferem a possibilidade de assumir qualquer desafio.

Estamos preparadas para tomar decisões no âmbito familiar, profissional e no cenário político, pois faz parte de nossa constituição enquanto mulher a permeabilidade entre a emoção e a razão, o que nos torna únicas, diferenciadas e, portanto, com a competência necessária para romper paradigmas seculares e assumir posições de liderança.

Acredito em mudanças e que os anos que virão registrarão as marcas da sensibilidade e da fortaleza na construção de um novo tempo.

A campanha “Unidos pelo fim da violência contra as mulheres” encoraja homens e mulheres a se unirem para combater a violência contra as mulheres. Só agindo em conjunto poderemos criar sociedades mais igualitárias e pacíficas. Neste Dia Internacional da Mulher, tomemos juntos a decisão de contribuir para que as coisas mudem.

Mulheres fracas, fortes, não importa. Mulheres mostram que mesmo através da fragilidade, são fortes o bastante para erguerem a cabeça sempre. Sem desistir, pois sabemos que somos capazes de vencer.

Temos a delicadeza das flores, a força de ser mãe, o carinho de ser esposa, a reciprocidade de ser amiga, a paixão de ser amante, e o amor por ser mulher!

Somos guerreiras, vencedoras, distribuímos naturalmente paixão, meiguice, força, carinho e amor, muito amor.

Somos um pouco de tudo. Calmas, agitadas, lentas! Vaidosas, charmosas, turbulentas.

Somos mulheres fortes e lutadoras, mulheres conquistadoras. Que amam e querem ser amadas. Elegantes e repletas de inteligência.

Parabéns a nós, mulheres do mundo!!

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments