Criança em casa nas férias e com segurança

Olá amigas(os), em época de criança em casa, todo cuidado é pouco para garantir a segurança, para que os acidentes sejam evitados. Aquele arranhão no cotovelo, um joelho ralado e inúmeras outras pequenas ocorrência fazem parte do dia a dia das crianças e são fatos essenciais para seu crescimento emocional e aprendizado intelectual, incluindo o desenvolvimento da parte motora da criança. Porém, mais importante que os cuidados para evitar os acidentes, é instruir as crianças para que elas brinquem em segurança.

fériasBrincar na rua

Brincar na rua é uma delícia, nos lembramos de nossa infância! Brincar com os amigos e aprender novas brincadeiras são algumas das experiências mais ricas da infância. Para que este momento não seja fonte de problemas, ensine seu filho a respeitar os sinais de trânsito, atravessar a rua na faixa de pedestres, olhando para os dois lados. Outro ponto de atenção são as entradas de garagens, quintais sem muro ou estacionamentos, que não são seguros para brincadeiras.

Diversão nas áreas de lazer

Para aqueles que brincar na rua é praticamente impossível. A solução é procurar áreas de lazer nos prédios e condomínio, o que não significa que as crianças precisem de menos supervisão. Escadas, sacadas e lajes não são lugares para brincar. No parquinho é importante verificar se os equipamentos são apropriados à idade da criança e também se estão livres de perigos como ferrugem, pregos expostos e superfícies instáveis. Atenção também para o piso, que deve absorver o impacto e ser de grama, emborrachado ou areia.

férias1Algumas regras simples devem ser ensinadas previamente: não empurrar, nem se amontoar; empinar pipa só em lugares abertos, longe de fios elétricos e trânsito; usar capacete quando estiver de bicicleta, skate ou patins; cuidado com as plantas, pois elas podem ser venenosas, causando intoxicação nos pequenos.

Verão e a piscina

A piscina é um dos lugares preferidos das crianças no verão, a piscina requer muitos cuidados e supervisão em todo tempo da brincadeira. É recomendado que o equipamento seja cercado para evitar acidentes mesmo fora de uso. Bóias e outros brinquedos infláveis passam uma falsa sensação de segurança. O ideal é que a criança use sempre um colete salva-vidas em embarcações ou na prática de esportes aquáticos. Ensine a criança a não brincar de empurrar, dar “caldo” dentro d’água ou simular que está se afogando.

férias2Apesar da aparente segurança, nossas casas estão cheias de pequenas armadilhas para as crianças. Escolha sempre brinquedos adequados para a idade de seu filho e que sejam certificados pelo Inmetro. Cuidado com as pequenas coisas deixadas pelo chão: botões, bolas de gude, moedas e tachinhas podem ocasionar pequenas quedas, asfixia e outros incidentes.

férias3Redes de segurança nas janelas e sacadas também são uma ótima pedida para quem mora em prédio ou casa com mais de um andar. Escadas também são locais de atenção e o uso de portões de segurança é recomendado para crianças pequenas. As tomadas também merecem atenção especial. Você pode usar tampas próprias, esparadrapo, fita isolante ou mesmo cobertas por móveis para proteger seu filho.

Mantenha a criança longe da cozinha e do fogão, principalmente durante o preparo das refeições. Atenção redobrada para produtos domésticos e medicamentos! Estes itens devem estar sempre bem guardados, fora do alcance das crianças.

Já identificaram esse cenário em algum canto da casa? Previna e proteja as crianças, aproveitando as férias ao máximo, ok?

Quer conhecer outras sugestões com as crianças? Confira os links a seguir:

Crianças, controle os doces

Crianças, febre sem mistérios

 

Beijos e até a próxima!

 

 

Fonte: Criança Segura Brasil

 

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , , , , , , , , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments