Desodorante: quais os tipos? Como escolher? Ele pode manchar a roupa?

Como escolher?

Pode parecer a mais prosaica das tarefas, mas comprar desodorante não é exatamente simples. Há um ampla variedade de produtos nas farmácias, e grande parte acompanhados de nomes espalhafatosos e vários apelos de marketing.

É simples, se você é do tipo que elimina muita água, procure no rótulo do produto a palavra antiperspirante, assim o conforto será maior. Mas se você é aquela que não sua nadinha, pode optar por uma fórmula de ação meramente bacteriostática.
Agora quando falamos das formas de apresentação, sugerimos o seguinte:

Indicação para as mulheres

Rolon: tem duração um pouco maior do que os outros, de 8 a 12 horas. O filme protetor que reveste as axilas traz algumas vantagens: além do produto ser liberado aos poucos no corpo, o hidratante presente irrita bem menos a pele do que os outros tipos de desodorantes ou antitranspirantes. A desvantagem é que ele pode estimular o aumento da secreção de outras glândulas, como as sebáceas, e causar a obstrução dos poros e inflamação. Como esse tipo de produto fica em contato direto com a pele, recomenda-se que ele seja limpo com lenço umedecido para evitar a contaminação bacteriana e o mesmo desodorante ser usado em apenas região do corpo, axilas ou virilha. “Esse crescimento de bactérias pode aumentar também o mau cheiro”, diz o dermatologista Fernando.

Creme: esse produto geralmente possui a mesma composição do rolon. O creme antitranspirante é mais recomendado para a região da virilha. Como esse produto possui substâncias que amaciam a pele, a hidratação evita a proliferação de bactérias.

Os desodorantes e antitranspirantes de creme ou rolon são recomendados também para pessoas de pele sensível.

Indicados para os homens

Spray: possui base alcoólica e é o mais antigo e comum no mercado. É mais indicado para os homens pela ação de bloquear a ação das glândulas sudoríparas.

Aerosol: irrita menos a pele por não possuir álcool, além de permanecer mais tempo ativo no local. Deve ser aplicado de uma a duas vezes ao dia. Esse tipo de aplicador, que libera partículas antitranspirantes suspensas no ar, também é ideal para áreas mais extensas do corpo, como peito e barriga. O jato de ar seco irrita mais a pele da mulher, porque é mais fina do que o homem.

O ideal é atentar à quantidade de sal do produto. Quanto maior sua concentração, maior também será a probabilidade dele causar alergias.


Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments



Comentários

Powered by Facebook Comments