Cuide de suas persianas e tenha o sol o ano inteiro na medida dentro de casa

Limpeza e manutenção de persiana

Persiana vertical

Olá amigas(os), não é de hoje que alergistas recomendam a instalação de persianas ao invés de cortinas, nesses dias secos temos que evitar ao máximo os fatores alergênicos.

Após a instalação das persianas, alguns cuidados são necessários para garantir a sua beleza e durabilidade.

Ao efetuar a limpeza periódica das laminas de sua persiana, faça-o sempre no sentido longitudinal da mesma.

Em hipótese alguma use Vaporetto para efetuar a limpeza de sua persiana, qualquer que seja o material da mesma.

Abra totalmente sua persiana antes de fazer o recolhimento das laminas.

Para fazer a limpeza periódica de sua persiana, utilize sempre o aspirador de pó ou um espanador.

As lâminas das persianas devem sempre ser inclinadas na posição perpendicular à janela antes de serem recolhidas (lateralmente no caso das verticais e para cima no caso das horizontais).

Dicas de limpeza
Com o passar do tempo os ácaros, pó e mesmo a poluição do dia-a-dia, vão se decompondo e acumulando em torno de pequenos detalhes de suas persianas, às vezes imperceptível aos seus olhos.

Para que não aconteça esse desgaste é necessário a limpeza e manutenção de suas persianas para que elas sempre permaneçam limpas e contribuindo assim para um ambiente limpo e agradável.

Ao efetuar a limpeza periódica das laminas de sua persiana. Sentido longitudinal da mesma com vaselina vegetal.

A cada período de 2 a 3 anos, faça a lavagem de sua persiana, o que proporcionará uma maior durabilidade à mesma, não esquecendo que para isso, você deverá contratar uma empresa especializada e idônea.

A lavagem não retira desgaste do tempo(cor amarelada), graxa(parcial), ferrugem(parcial). Obs.: Nas cortinas em fibra natural não aconselhamos a utilização de métodos de limpeza que se utilizam de água, pois as fibras perdem a maleabilidade e textura original. Aconselhamos o método de aspiração.

Nem tudo está perdido quando cessa o movimento de subir ou descer ou se não é mais possível regular o ângulo das lâminas. A troca por cordas e cadarços novos soluciona os defeitos.

Para realizar a troca dos cadarços, os fios que interligam as lâminas da persiana horizontal, é preciso desmontá-la. Como é um processo mais demorado, não é feito no local.

As persianas internas, apesar de apresentarem um visual de frágeis, duram cinco anos sem necessitar de troca de cordas.

Se durar menos, é porque algum mecanismo não está instalado de maneira correta.

Dicas
Para terminar devemos concentrar-nos nas avarias. Nas persianas manuais, a maior parte das avarias está relacionada com a sobreposição de lâminas que ocorre quando puxamos demasiado depressa a fita de recolha ou quando o deixamos cair com alguma força.

Em qualquer dos casos, ou a lâmina entorta e sobrepõem-se a outra lâmina, ou então parte-se o fio ou fita que puxamos para operá-lo.

Nas persianas elétricas, as avarias já podem ser mais detalhadas e por vezes de resolução mais difícil.

O motor utilizado para operar o eixo pode ser demasiado fraco para o sistema em causa ou simplesmente não projetado para uma utilização superior a X vezes por dia.

Um problema comum é tentar parar a subida ou a descida da persiana com as mãos ou pelo impacto noutro objeto. Isto força o motor e é muitas vezes responsável por termos um motor queimado nas mãos.

Se for comprar um sistema de persiana elétrica com comando, prefira os comandos de parede e não os de mão. Assim evitará ter mais um comando para guardar e se lembrar (dica especialmente útil para casas com crianças).

Agora é dar uma olhada na boa e velha cortina e analisar a possibilidade de mudança. Se tiver alguma dica para enriquecer nosso espaço, compartilhe conosco.

Beijos e até a próxima!

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , , , , , , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments