Quer colar algo e não sabe qual a cola ideal, confira as dicas

Olá, hoje falaremos um pouco sobre cola, afinal é inevitável, sempre encontramos uma coisa aqui ou ali que precisa de reparo, de imediato pensamos, é só colar. No entanto é importante conhecer as colas existentes no mercado e analisar o material a ser colado, para não ter surpresas.

Encontramos no mercado uma infinidade de colas multiuso, mas nem sempre elas colam todo tipo de material. Escolher a cola certa para cada tipo de superfície proporcionará um resultado mais eficiente e duradouro.

A escolha de uma cola é muito importante. Não pense que existem colas para todos os materiais, isto é só propaganda… Escolha somente a cola indicada para o tipo de material a ser colado!

Se forem várias as marcas, escolha em função da técnica a ser usada, da duração da colagem, da resistência, e dos efeitos estéticos (transparente, sem transparência, etc.), e das condições de uso.

Regras:

Não colar se ambas as partes não estiverem, secas e sem resíduos de graxa (material oleoso) ou poeira.

Não colar sempre que o ambiente esteja muito úmido ou muito frio. A temperatura ambiente ideal é entre 15 e 25 graus.

Ler as recomendações de fabricante e segui-las a risca, eles já fizeram muito mais experiências com a cola que nós… eles sabem o que dizem !

Respeitar as normas de segurança especificadas nas embalagens é fundamental!

Não esquecer que a maioria das colas são inflamáveis, algumas são tóxicas e podem irritar a pele e os olhos, trabalhe sempre em lugar ventilado e longe do fogo.

Qual será o segredo para um líquido, aparentemente simples, colar os mais variados objetos? Estamos falando da cola que usamos para consertar algo quebrado, elaborar ou enfeitar.

A escola é o lugar onde temos nosso primeiro contato com a cola, quem não se lembra daquelas colagens coloridas de flores, animais, letras do alfabeto, típicas das primeiras séries da educação infantil?

Tipo de colas:

Cola Branca (PVA – Acetato de Polivinil)- À base de água, é a mais segura e inofensiva das colas.
Cola materiais porosos que absorvam água como papel, madeira, couro, tecido, etc. Possui flexibilidade e transparência quando seca, mas não é resistente à água.
Tempo de secagem: 30 minutos a 1 hora
Tempo de cura: 18 a 24 horas

Cola Amarela (Resina alifática ou Cola de marceneiro)- Líquido de coloração amarelada semelhante à cola branca. Difere-se por ser mais resistente ao calor e à água. Tempo de secagem: 30 minutos
Tempo de cura: 12 a 18 horas

Cola de Contato (Cola de sapateiro)- Adesivo à base de borracha que permanece flexível após a secagem. Pode ser usado em papel, couro, tecido, borracha, metal, vidro e alguns plásticos.
Sua aplicação é feita em ambas as peças e depois de seca é feita a junção das partes.
Tempo de secagem: 1 hora
Tempo de cura: 5 horas
Observação: Possui substâncias tóxicas. Não deve ser utilizada em ambientes fechados

Cola quente
Cola em forma de bastão aplicada com pistola com fonte elétrica. Possui secagem rápida e é recomendada para materiais porosos. Muito prática para reparos rápidos, mas deixa certo volume.
Tempo de secagem: 10 a 45 segundos
Tempo de cura: 24 horas

Cianoacrilatos (Cola instantânea)- Cola aquosa de secagem rápida. Reage com a umidade microscópica encontrada em qualquer superfície. Possui uma liga muito forte e é recomendada para uso em materiais como o metal, cerâmica, vidro, alguns plásticos e borracha. Não é recomendável a aplicação em superfícies flexíveis por formar uma camada rígida ao secar.
Tempo de secagem: alguns segundos
Tempo de cura: 1 a 2 dias
Observação: Cola quase tudo e muito rápido. Tome cuidado. Em caso de colar os dedos, utilize acetona.

Cola ou Selante de Silicone- Forma uma liga forte e muito resistente à água e a altas e baixas temperaturas e permanece flexível após a secagem. É recomendada para o uso em metal, vidro, fibra de vidro, borracha, madeira, tecidos, alguns plásticos e cerâmica.
Tempo de secagem: 4 horas
Tempo de cura: 24 horas

Adesivo epóxi- Adesivo composto de dois tubos, um com resina epóxi e outro com o catalisador que devem ser bem misturados na hora do uso. É muito forte, durável e resistentes à água. Possui uma textura pegajosa que cola materiais porosos e não-porosos como metal, madeira, vidro, plástico, borracha, etc.
Tempo de secagem: 12 horas
Tempo de cura: 2 dias
Observação: Possui substâncias tóxicas que podem causar irritação nos olhos e pele.

Cola plástica ou Solvente- Cola espessa e pegajosa que age no material dissolvendo para unir as partes. É resistente e à prova d’água podendo ser usada para colar lonas e vinil.
Possui cheiro forte e não deve ser utilizada em ambiente fechado.
Tempo de secagem: 10 minutos
Tempo de cura: 24 horas
Observação: Cuidado ao aplicar em alguns plásticos.

Cola isopor COLA EPS (ISOPOR) é um adesivo multiuso de alto desempenho, desenvolvido para aderir (juntar, unir) o EPS (isopor) sobre qualquer substrato, sem a necessidade de qualquer outro artifício. Depois de curado (seco) possui uma alta força de adesão e flexibilidade, que evita o rompimento das peças unidas, inclusive rachaduras. Não se trata de cola de contato, portanto é de fácil manuseio, também não escorre podendo ser pintado após seco.
Ideal para construção de câmaras frias, isolamentos termo-acústico, proteção térmicas, outros… Dificilmente você encontrará no mercado um adesivo com tal poder.

Independente das especificações das colas, sempre faça um teste em uma amostra antes de aplicar na peça definitiva. Algumas colas possuem solventes que reagem com alguns materiais e podem estragar seu trabalho.

*secagem: é a etapa da colagem em que o adesivo perde sua umidade para o meio ambiente e para o substrato, concretizando a colagem.

*cura: é o termo utilizado para a etapa pós-secagem, onde os adesivos consolidam suas capacidades máximas de aderência e resistência.

Superfície Limpa: é fundamental que o local onde a cola vai ser usada esteja isento de sujeiras como poeira, óleos, água. A presença destes contaminantes faz com que a colagem fique prejudicada, as superfícies não mantém um contato perfeito.

Adição da cola: A cola deve ser espalhada uniformemente sobre toda a superfície, este processo garante uma melhor atração pelo material a ser colado.

Veja a seguir mais alguns tipos de colas comuns:

Cola de Poliuretano – Para um objeto que fique ao tempo é mais indicada a cola a base de Poliuretano.

Epóxi – Uso indicado para materiais a base de vidro – metal – plástico – cerâmica – borracha – mármore, etc.

Pva – Uso indicado para madeira – papel – tecido – cerâmica – couro.

Silicone – Uso indicado para vedar vidros, objetos expostos a umidade.

Celulósica – Uso indicado para vidro – papel – tecido – cerâmica…

Látex – Indicado para borracha – plástico.

Agora que você conferiu algumas particularidades sobre as colas, espero que consiga colar, aquele pingente que soltou, o brinquedo que quebrou, a lateral do tênis que descolou.

Beijos e até a próxima!

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , , , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments