Qual o tipo de tinta comprar para mudar a cor dos cabelos?

Escolha a tinta adequada a sua necessidade

Qual a tinta certa para mudar a cor de seus cabelos

Olá amigas(os), hoje em dia a indústria cosmética lança tantos produtos, que nem sempre temos certeza de usar o produto certo para a nossa necessidade.

Se você quer pintar ou descolorir os cabelos, entenda, ele nunca mais será o mesmo. A maioria dos produtos contém em sua formulação substancias como água oxigenada e amônia, por exemplo, que acabam alterando a estrutura dos fios.

Antes de mudar, conheça os tipos de coloração e descubra qual atende melhor à sua necessidade.

Permanente – Indicada para quem quer alterar radicalmente a cor dos cabelos ou tem um grande numero de fios brancos. Age no interior do fio graças à ação da amônia e da água oxigenada.

A primeira abre a cutícula para que os pigmentos originais sejam eliminados e os novos colocados. Já a água oxigenada clareia o tom quando necessário e inicia a reação química que faz surgir a nova cor.

Semipermanente – Também conhecida como tonalizante, cai sob medida para quem quer realçar a cor natural dos cabelos, escurecê-los ou começa a enfrentar os primeiros fios brancos.

Mas não espere milagres, pois seu poder de cobertura é de aproximadamente 50%. Portanto, não é indicada para cobrir mechas concentradas num mesmo local.

Pode ou não conter amônia, e neste ultimo caso é muito mais suave. Os pigmentos são depositados entre as camadas da cutícula, sem abri-las. Isso faz com que a cor se fixe menos e vá embora mais rapidamente, resistindo cerca de 16 a 20 lavagens.

Temporária – A mais efêmera de todas, realça o tomo natural, dá brilho e cobre os primeiro fios brancos. Seu poder de cobertura é mínimo, apenas 20%.

Por não conter água oxigenada ou amônia, a tintura não chega a abrir as cutículas dos cabelos, depositando-se apenas na sua superfície. Dura de 3 a 6 lavagens.

Henna – Coloração natural, ideal para cobrir os primeiros fios brancos, para gestantes ou para que tem alergia a produtos químicos. É desaconselhada para cabelos muito secos, que podem ficar ainda mais ressecados.

Sua maior restrição está na gama de cores, que se limita ao preto e aos tons neutros e avermelhados. Portanto, desconfie de hennas que oferecem outras tonalidades.

Hoje em dia, os prejuízos para os cabelos tintos são infinitamente menores, graças ao desenvolvimento de produtos que também tratam. Mas mesmo assim, isso não é suficiente para protegê-los integralmente da ação química. Portanto, cabe a você hidratá-los sempre, para manter os fios bonitos e saudáveis.

A tinta permanente pode ser intercalada com o uso de tonalizantes, além de realçar a cor, que acaba desbotando com o tempo, esse tipo de tintura mentem a integridade dos cabelos.

Depois da tinta, não dispense o uso de xampus específicos, que tratam e prolongam a cor no cabelo. De formulação suave, eles contem agentes hidratantes e mantém as cutículas fechadas, evitando a fuga dos pigmentos. Use também em casa.

Cabelos tingidos de loiro podem ficar amarelados com o tempo. Para diminuir esse efeito existem no mercado xampus com pigmentos violeta e acinzentados. Mas cuidado: O pigmento usado em determinados tons de loiro pode se misturar ao do produto criando uma terceira cor. Porisso não deixe de consultar uma especialista.

Não faça tintura luzes e permanente de uma só vez. Afinal tanto processo químico vai acabar destruindo seus cabelos. Um intervalo de pelo menos 15 dias entre uma mudança e outra é recomendada. Sinta como os fios reagiriam antes de mudar novamente. Se o seu cabelo já estiver fragilizado, espere que ele se recupere antes de fazer qualquer transformação.

Reforce a hidratação e a nutrição. Utilize máscaras em casa e faça tratamentos mais profundos no cabeleireiro.

Sol, cloro e mar, maltratam mesmo. Vale reforçar o conselho, boné e máscara hidratante.

Hoje em dia existem produtos formulados para essas condições. Se você não quiser comprar toda a linha, prefira o protetor para ser usado durante o dia. Além de ter filtro solar, forma uma película sobre o fio que impede seu contato com agentes agressivos.

Fios oleosos combinam com tinturas permanentes e henna, que roubam sua oleosidade natural.

Os frágeis e bastante ressecados se ressentem com químicas muito fortes, porisso os mais indicados são os tonalizantes, quando não existe um numero muito grande de fios brancos.

Já os cabelos finos pedem atenção especial, pois absorvem mais química que os outros tipos de cabelo. Se forem sensíveis e frágeis, o mais indicado são os tonalizantes sem amônia.

É sempre melhor prevenir que remediar, pesquise, teste, pense e repense, antes de fazer mudanças drásticas.

Beijos e até a próxima!

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , , , , , , , , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments