Olheiras têm tratamento? Leia e saiba como combatê-las e evitá-las.

Olá amigas, hoje falarei sobre uma indesejável visita que surge literalmente da noite para o dia sem avisar, são as famosas olheiras, quem pode aqui afirmar não conhecê-las, é só olhar-se no espelho após aquela noite mal dormida, que lá estão elas, firmes e fortes, sem considerar aquelas que provem de fatores genéticos.

Profundas e de cor arroxeada, as marcas que se formam ao redor das pálpebras podem ser tratadas com ingredientes naturais, como a camomila, antiinflamatório local ou laser.

Manchas arroxeadas e acastanhadas ao redor dos olhos, as olheiras quebram a estética do rosto e denunciam uma noite mal dormida.

Embora a falta de sono seja uma das principais causas do problema, por trás das pálpebras escurecidas há motivos variados que vão desde o cansaço, pálpebras muito transparentes, doenças sistêmicas e estresse até o período pré-menstrual.

Problema que afeta igualmente homens e mulheres, as indesejadas marcas – tecnicamente chamadas de lago venoso, muitas vezes acompanhado por hiperpigmentação da pele palpebral – surgem em decorrência do acúmulo de melanina (pigmento escuro da pele) e da congestão dos vários vasos sangüíneos da pele das pálpebras.


Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments



Comentários

Powered by Facebook Comments