Dicas e mitos sobre o azeite

azeiteOlá amigas(os), ciente de que o consumidor brasileiro exige produtos saudáveis ​​e está sempre à procura de uma boa relação custo X qualidade. Usado corretamente, ele entrega propriedades saudáveis e possibilidades culinárias incríveis​​.

azeite andorinhaConfira algumas dicas e mitos sobre seu uso:

  1. Prefira azeites que não tenham aromas de azeitona em conserva: o azeite deve ter sabores frescos e herbáceos e amargor equilibrado, com sabor marcado e persistente, mas nunca aromas de azeitonas em conserva. Isso significa que o produto tem um defeito (tulha), o que diminui a sua qualidade, suas virtudes culinárias e nutricionais.
  1. Use em todas as suas refeições: o mito diz que o azeite de oliva não é bom para fritura, que para isso deve-se usar o óleo de girassol. No entanto, de acordo com estudos, o azeite suporta bem as altas temperaturas e, por isso, a comida absorve menos gordura durante a fritura, o que se traduz em refeições mais saudáveis​​.
  1. Consuma para cuidar de sua saúde: rico em polifenóis – substâncias que auxilia o sistema digestivo e possui ação antioxidante -, ajuda a prevenir o câncer, de acordo com vários estudos científicos. Também protege as artérias, uma vez que contém um alto teor de substâncias químicas que aumentam os níveis de colesterol bom e reduzem o ruim.
  1. Proteja-o da luz: até hoje muitos acreditam que o azeite deve ser armazenado em recipientes claros, no entanto, isso é o prejudica; o azeite precisa ser mantido em recipientes escuros, porque é um produto sensível à luz.
  1. Conserve-o bem fechado: além da cor ou transparência da embalagem, é importante que o recipiente esteja bem tampado, preservando, assim, o sabor e as propriedades benéficas à saúde.
  1. Consuma com moderação, se você está fazendo dieta: muitos creem que o azeite é light. No entanto, o azeite fornece 9 kcal por grama, o mesmo que qualquer outra gordura. No entanto, a sua composição química, rica em ácidos graxos monoinsaturados (especificamente ácido oléico – cerca de 70%), torná-o muito mais saudável do que outros óleos.
  1. Benefícios para a saúde: estudos recentes, comparando diferentes estilos de alimentação, têm mostrado que os países mediterrânicos têm maior expectativa de vida e menores taxas de doenças cardiovasculares e câncer do que outros países. Isto é devido à chamada Dieta Mediterrânea, um estilo de comer onde o azeite tem um papel de protagonista.

azeite1O consumo moderado tem uma série de benefícios, tais como:

– O consumo de azeite de oliva extravirgem fornece um rico suprimento de vitamina E e, uma menor proporção, de vitamina A, D, F e K.

– Possui efeitos importantes sobre o sistema circulatório: ajuda a prevenir a arteriosclerose e doenças cardíacas.

– Reduz o colesterol total e o LDL (colesterol ruim), a pressão sanguínea, a agregação de plaquetas e a coagulação do sangue. Em vez disso, aumenta o HDL (colesterol bom).

– Tem propriedades anticancerígenas: é comprovado que o azeite ajuda a proteger contra o câncer de mama.

– No que diz respeito ao sistema digestivo, melhora o funcionamento do estômago, do fígado, do pâncreas e do intestino.

– É um remédio natural contra úlceras, reduz a azia e também atua como um anti-inflamatório.

– Melhora as funções metabólicas no sistema ósseo, além de estimular o crescimento e promover a absorção do cálcio e a mineralização óssea.

– Também tem um efeito protetor e tônico para a epiderme, por isso é recomendado para aqueles que estão particularmente preocupados com a pele.

azeite2Convencido a incluir no carrinho de compras do supermercado dessa semana, um vidro de azeite? Em casa não falta, seja em saladas, finalização de pratos ou fritura, sempre uso um bom azeite.

Beijos e até a próxima!

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , , , , , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments