Conheça os beneficios do café e as novidades desse mercado

Qual o seu tipo de café

Como você escolhe seu café?

Olá amigas(os) como hoje fui a um evento regado a muito café, resolvi escrever sobre ele, primeiro porque adoro. E segundo, porque com esse calor um café bem gelado, ajuda bastante a refrescar. Isso mesmo, nesses dias quentes nada melhor que um café com pedrinhas de gelo.

O café é uma das bebidas mais consumidas em todo mundo, ele provoca muita polêmica em relação aos seus efeitos na saúde. Não importando em qual momento do dia ou ocasião, se você adora aquele cafezinho, pare e leia esse post.

Hoje descobri que o Brasil é o maior consumidor de café no mundo, podendo ser encontrado em 90% dos lares brasileiros.

Afinal já fui a casa sem TV, mas em nenhuma casa me deixaram de servir um café. Faz parte da cultura, tipo sinônimo de hospitalidade.

Cada brasileiro consome em media 1,5 xícara de café/dia. É simplesmente a 2ª. bebida mais consumida no país, perdendo apenas pra água de torneira.

A cafeína é o ingrediente ativo do café, mas pode estar presente em muitas comidas e bebidas. Essa substância pertence ao grupo de compostos das metilxantinas, onde se inclui também o chá. As xantinas são substâncias capazes de estimular o seu sistema nervoso, produzindo certo estado de alerta de curta duração.

Além do café, a cafeína também é encontrada em outras bebidas, em proporções menores, tais como naquelas bebidas contendo cacau, cola chocolate, além do chá e de alguns remédios do tipo analgésico ou contra gripes.

O café não possui apenas cafeína, mas também potássio, zinco, ferro, magnésio e diversos outros minerais, embora em pequenas quantidades.

O café coado tem menos teor de cafeína que o café sírio, que não se filtra. Já o café expresso (sob pressão de vapor) tem maior proporção de cafeína e, conseqüentemente, gera um maior estado energético.

A forma de tomar café está mudando, pois hoje temos mais escolha, mais qualidade e mais conveniência, porisso temos á mão cafeteiras de café expresso, outrora impensáveis em se ter em casa, principalmente pelo custo.

Hoje descobri ser muito fácil o manuseio destas maquinas de café expresso da Dolce Gusto, e a partir daí, dá pra dar asas à imaginação com a ajuda de estêncil, chocolate, leite e o próprio café. Fazemos figuras, escrevemos declarações, personalizamos e aprimoramos a arte e prazer de beber e preparar o café.

Na medicina, a cafeína tem sido usada para:
• Reativar padrões deprimidos de respiração;
• Auxiliar no tratamento de dores, principalmente de cabeça e enxaqueca;
• Como coadjuvante em muitos remédios para o dor;
• Controle do peso;
• Alívio de alergias;
• Melhorar o estado de alerta;
• Tratar crises de enxaqueca (por contrair os vasos cerebrais).

O uso agudo da cafeína em pessoas não acostumadas pode causar aumento dos batimentos cardíacos e sensação de palpitação, mas o uso regular não causa tais efeitos.

A partir de 250 mg a cafeína estimula o aumento da secreção ácido pelo estomago, podendo causar desconforto em pessoas portadoras de gastrite.

Veja abaixo os níveis de cafeína:
• Café Expresso (2 xícaras) 250 a 330 mg;
• Café descafeinado 1 – 5 mg;
• Café preparado por decantação 40 – 170 mg;
• Café preparado por gotejamento 60 – 180 mg;
• Café solúvel 30 – 120 mg;
• Chá preparado 20 – 110 mg;
• Chá instantâneo 25 – 50 mg;
• Chocolate 2 – 20 mg;
• Coca Cola 45 mg;
• Diet Coke 45 mg;
• Pepsi Cola 40 mg;
• Refrigerantes diversos 2 – 20 mg;
• Medicamentos analgésicos 30 – 200 mg;
• Remédios para resfriados 30 – 100 mg.

Porém, pelo mesmo motivo, pode ajudar na digestão se você exagerar na quantidade de comida, principalmente de proteína.

A cafeína mobiliza a gordura armazenada no corpo e a leva para o sangue para ser usada como fonte de energia.

O efeito da cafeína na performance dos exercícios deve-se, provavelmente, à diferença na percepção do cansaço, ou seja, ela teria um papel ergogênico no desempenho do exercício alterando a percepção neural do esforço e da disponibilidade física.

Podemos encontrar vários cosméticos contendo a cafeína, isso porque ela aumenta o metabolismo, queimando mais calorias que o normal, o efeito semelhante ao da pimenta.

Quanto ao aumento da osteoporose, o consumo moderado de cafeína não possui relação com o problema, mas o consumo exagerado de cafeína deve ser evitado por pessoas idosas e mulheres na menopausa, isto é, de doses acima de 500 mg diários de cafeína pode influir na ocorrência de osteoporose, mas apenas nas mulheres que consomem uma quantidade inferior a 800 mg de cálcio na dieta.

Se você deseja saber a quantidade ideal de consumo de café, saiba que uma série de estudos mostram benefícios em ingerir 2 a 3 xícaras de café por dia, não mais do que isso. Dê preferência sem açúcar.

Beijos e até a próxima!!

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,



Comentários

Powered by Facebook Comments